fbpx

10 dicas para descer a serra com o caminhão carregado

descer a serra com o caminhão carregado

Diferenciais Cintas de Amarração

Dirigir com o caminhão carregado exige cuidados extras tanto na direção quanto na amarração de cargas. Isso porque o perigo se agrava em descidas íngremes, como nas serras. Nesse caso, as chances de as cargas se soltarem e terem a sua integridade comprometida aumentam muito, podendo também provocar acidentes.

Devido aos traçados íngremes e sinuosos das serras, os motoristas precisam ter muita prudência, atenção e habilidade ao volante. Uma vez que o peso total da carga aumenta nas descidas, é preciso seguir algumas medidas extras para chegar ao destino com segurança e tranquilidade.

Veja quais são os cuidados necessários antes de descer a serra

1. Nos trajetos que apresentam trechos de serra, é imprescindível verificar o estado do sistema de freios do caminhão. Caso ele venha a falhar em um local muito íngreme e inclinado, as consequências podem ser fatais.

2. Além disso, é fundamental que o motorista não aceite carregar excesso de carga. O limite de peso previsto pela legislação deve ser sempre observado. Isso porque o sobrepeso do veículo aumenta significativamente, aumentando os riscos de acidente e os desgastes no veículo. Além disso, você ainda corre o risco de ser autuado nas rodovias.

descer a serra com o caminhão carregado

3. Outra medida imprescindível é respeitar a velocidade indicada nas placas de sinalização. Essa é uma obrigação do motorista em qualquer rodovia, mas ao descer a serra de caminhão ela ganha ainda mais relevância.Caso o veículo esteja carregado com carga, a recomendação é rodar abaixo da velocidade indicada. Afinal, quanto mais pesado for o veículo, maior será a distância de frenagem necessária para a sua parada.

4. Além disso, se o caminhão estiver pesado, segurar a velocidade nas descidas das serras apenas acionando o freio pode forçar muito o veículo, levando ao superaquecimento dos tambores e podendo causar o travamento do mecanismo. Para evitar que isso aconteça, utilize o freio motor, mantendo a embreagem do veículo em marcha baixa, sem forçar tanto o sistema de freios.

5. Durante a viagem, faça a manutenção periódica da amarração da carga e aperte novamente as cintas de amarração ao veículo. Caso perceba algum problema, procure resolvê-lo o mais rapidamente possível, para que a situação não se agrave.

Saiba como transportar cargas com segurança

Carga solta no caminhão pode cair ou se deslocar, com o risco de danificar o veículo ou prejudica a dirigibilidade, principalmente nas serras. Por isso, a amarração da carga deve estar sempre bem fixada e posicionada para que possa aguentar as forças que atuarão sobre ela durante o transporte.

Veja a seguir alguns pontos a serem observados:

6. Para evitar acidentes, a amarração da carga do caminhão precisa ser firme, de modo que os produtos transportados não balancem, não sejam arremessados do veículo e nem provoquem tombamentos.

7. A carga deve ser bem distribuída na carroceria, de modo a alcançar um ponto de equilíbrio e não sobrecarregar nenhum lado do veículo.

8. Caso sejam transportados materiais diferentes, organize-os de modo que possam ser descarregados na ordem certa, de modo a preservar o equilíbrio do peso na caçamba.

9. Devem ser usadas cintas de amarração, cabos de aço ou outros equipamentos com resistência total à ruptura por tração de, no mínimo, duas vezes o peso da carga.

10. Ao transportar cargas líquidas, você deve ficar atento ao nível do tanque. Se ele não estiver cheio, o movimento do líquido afetará bastante a estabilidade do caminhão, especialmente nas curvas.

descer a serra com o caminhão carregado

Conheça a legislação sobre a amarração de cargas

Os conjuntos de amarração de carga compostos por catraca, cinta e gancho proporcionam maior segurança e eficiência no transporte. Os equipamentos usados devem ser resistentes e obedecer à legislação vigente.

Desde o início de 2017, as cordas para amarração de cargas foram proibidas pela resolução 552 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). O objetivo da medida é aperfeiçoar os requisitos de segurança.

Outra medida do Contran, a resolução 588, proíbe o uso de ganchos de fixação presos diretamente na travessa de madeira da carroceria, que devem ter chassi e travessas metálicas. O fixador metálico recomendado possui três parafusos – um na vertical e dois na horizontal –, para que a sua base tenha mais sustentação.

Saiba mais sobre as cintas de amarração

As cintas de amarração Robustec garantem praticidade e segurança para a sua carga, evitando tombamentos durante o transporte. Elas oferecem diversas opções de montagem e capacidade, de acordo com a aplicação e as necessidades específicas de fixação de cargas de cada cliente.

Com mais de 30 itens diferentes, a completa linha de cintas de amarração Robustec inclui os modelos com ganchos nos formatos flat, “J”, triângulo, “Moto”, garra e giratório, todos eles com ou sem catraca. Esses produtos oferecem diversas opções de montagem e capacidade, de acordo com a sua aplicação e as necessidades específicas de fixação de cargas de cada cliente.

Amarração de Cargas Robustec

As cintas de amarração são são 100% poliéster e tratadas quimicamente para menor absorção de água, e recebem também tratamento térmico, conforme as exigências das normas de segurança. Alguns materiais passam por um tratamento térmico e os ganchos e catracas são feitos em aço bicromatizado.

Esses equipamentos também estão de acordo com a Norma Regulamentadora NR 11, do Ministério do Trabalho, que estabelece as normas de segurança para transporte, movimentação, armazenagem e manuseio de materiais.

Como vimos, para descer a serra com caminhão carregado, é preciso redobrar os cuidados e a atenção com a segurança e a direção do veículo. Desse modo, você será capaz de fazer uma viagem tranquila, sem incidentes, e ainda por cima conservar a integridade dos componentes do seu caminhão.

Este foi o nosso texto sobre 10 dicas para descer a serra com o caminhão carregado. Quer ler mais conteúdos como este? Então fique de olho no nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *