fbpx

Transporte de grãos: 7 dicas para ter mais eficiência

Algumas medidas são necessárias para aumentar a eficiência e evitar desperdícios no transporte de grãos. Muitas perdas ocorrem na fase após a colheita, principalmente em função da má-conservação das estradas e da falta de equipamentos adequados.

Além disso, alguns cuidados devem ser cuidados para que a mercadoria chegue ao seu destino sem avarias. Afinal, esse tipo de carga seca não pode ficar exposto ao sol ou à chuva durante muito tempo.

Saiba como ter mais eficiência no transporte de grãos

  1. Escolha uma caçamba adequada

O transporte de grãos envolve cuidados como a escolha de uma caçamba adequada para carregar a carga. A caçamba do caminhão deve ser bem estruturada e vedada para evitar perda de grãos, também deve ser capaz de abrigar caixas, sacos e fardos adequadamente, para que a mercadoria se mantenha protegida e organizada durante todo o trajeto. Além disso, as dimensões, características e capacidade de carga do veículo são fatores muito importantes para o processo.

Segundo o Contran, ele deve ser feito em veículos com carrocerias cujas guardas laterais sejam fechadas ou com telas metálicas que impeçam o desperdício do material durante a viagem. Além disso, a carga precisa estar coberta por uma lona ancorada à carroceria do veículo e em bom estado.

  1. Faça um bom planejamento logístico

Para evitar perdas, é importante escolher e planejar a melhor logística para o transporte de seus grãos. Para isso, a gestão de logística precisa saber claramente qual lote precisa sair para distribuição, qual o dia dessa saída, que veículo fará a viagem, entre outros dados importantes. Essas informações permitem que a equipe de preparação da carga tenha tempo hábil para embalar e carregar corretamente os grãos.

  1. Atente para a sazonalidade dos produtos

O planejamento do transporte também deve levar em conta fatores como a categoria dos produtos, as suas características e a sua sazonalidade. Para que a logística seja eficiente do início ao fim, é indispensável que o fluxo de dados e informações seja constante e muito bem controlado. Para garantir as condições ideais, uma atenção especial deve ser dada a fatores como a temperatura ambiente, a umidade do ar e as embalagens utilizadas.

  1. Verifique a proteção da carga

A carroceria deve ser bem fechada e vedada, a fim de que não haja alterações na qualidade dos produtos. Verifique também se o revestimento da caçamba, a estrutura e o assoalho são adequados para o peso e o tipo de mercadoria transportada.

Por exemplo, no caso da soja, para que o grão não seja comprometido no meio do caminho em função do calor ou da umidade, a carroceria deve ser muito bem vedada. O produto não pode ter contato com água proveniente da chuva ou qualquer outra fonte em nenhum momento do trajeto, para evitar o surgimento de microrganismos prejudiciais aos grãos.

  1. Utilize lona para cargas graneleiras

As lonas são itens fundamentais para o transporte de carga graneleira em caminhões. Além de protegerem a mercadoria, elas evitam que o motorista tenha que pagar multas ou sofrer outras penalidades. De acordo com a resolução nº 618 do CONTRAM (a chamada lei do enlonamento), é proibida a circulação de caminhões sem lonas ou telas em vias municipais, estaduais ou federais. A medida foi tomada para evitar o derramamento ou a queda de carga pelas vias, o que pode provocar acidentes.

  1. Escolha a rota mais adequada

Após a colheita, é preciso definir o destino dos produtos e a rota que será adotada para chegar ao destino final. Desse modo, fica mais fácil saber quais tipos de ambientes de estoque serão necessários e qual tipo de caçamba será a mais adequada para cada tipo de carga.

A caçamba graneleira, por exemplo, é ideal para cargas secas a granel que não precisam de embalagens, como cereais, grãos, fertilizantes e adubos.

  1. Utilize a tecnologia ao seu favor

Para otimizar a logística, os produtores devem utilizar tecnologias como os sistemas integrados de gestão (ERP), que ajudam no monitoramento de todas as etapas da cadeia produtiva. Além disso, softwares como os sensores de produção e o sistema de abastecimento automatizado de frotas permitem maior economia de recursos e controle dos custos operacionais.

Com essas tecnologias, é possível gerenciar todos os pedidos, controlar estoques, monitorar os trajetos do transporte, selecionar os equipamentos mais adequados e empregar métricas precisas.

Conheça as nossas soluções em implementos rodoviários

Os implementos rodoviários Robustec trazem mais eficiência, segurança e rapidez para o setor de transporte. Adaptáveis para as mais diversas situações, as caçambas basculantes graneleiras são usadas para o transporte de grãos e equipamentos. Este tipo de caçamba possui tampas e sobre tampas laterais altas, o que ajuda no armazenamento da mercadoria durante a viagem.

Montados diretamente sobre o chassi do caminhão, esses equipamentos oferecem segurança e robustez nas mais variadas aplicações, otimizando o desempenho e reduzindo custos.

Com estrutura reforçada, a caçamba basculante graneleira é um equipamento indicado para o transporte de produtos a granel, como milho, soja, trigo e aveia, além de materiais paletizados em big bag ou até mesmo implementos e equipamentos. Ela possibilita um alto volume de carga sem exceder o limite imposto pelas leis. Por ser basculante, facilita o procedimento de descarga e demais procedimentos.

Produzida em aço estrutural, resistente e leve, a caçamba graneleira tem o chassi construído em chapas, tubos e perfis estruturais, com articulação reforçada da caixa de carga. O sistema de levantamento funciona por meio de cilindro central ou inferior.

Conheça a Caçamba Graneleira Robustec clicando aqui!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *